Home » Artigos » Bens Quilombolas Materias e Imateriais (página 3)

Bens Quilombolas Materias e Imateriais

b) os dialetos, as histórias, causos, músicas e danças

Matéria republicada em 2003 e atualizada em 24.02.2019. Vissungos, Danças e Batuques Quanto às danças específicas ou comuns das antigas comunidades negras, destacam-se entre elas, sem dúvida, o batuque e seus derivados, como por exemplo, o lundum. Se bem que o Estado de Minas em matéria recente referiu-se a “batuque dos pretos” e o “lundum dos brancos”(!?).

Leia Mais »

Comunidades Quilombolas – A Ciência do Direito deve Nortear a Definição

Artigo publicado no ano de 2003, atualizado em 23.01.2019. Quanto à definição legal sobre comunidades quilombolas, a coisa é simples. Entendo (no ano de 2003) que o conceito de “remanescentes das comunidades dos quilombos” aptas a que o Estado lhes reconheça a propriedade da terra quilombola e lhes emita os títulos respectivos, consoante estabeleceu o artigo 68 do ato das ...

Leia Mais »

BENS QUILOMBOLAS MATERIAIS E IMATERIAIS

Matéria publicado no ano de 1999 e atualizada em 23.01.2019. A constituição Federal, no § 1º do artigo 215 estatuiu que “O estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional” que tomados individualmente ou em conjunto, são aqueles estatuídos nos incisos do artigo 216 de nossa Carta Magna.

Leia Mais »

Dialetos Africanos Falados em Minas Gerais

Dialetos Africanos Falados em Minas Gerais Matéria publicada antes de 2003 e atualizada em 24.01.2019. Sobre os dialetos africanos falados em Minas Gerais, a maior preservação cultural feita até hoje acha-se consubstanciada no livro “O Negro e o Garimpo em Minas Gerais”, monumento à cultura mineira, onde Aires da Mata Machado Filho, com a colaboração de seu preposto, Araújo Sobrinho, preservou, ...

Leia Mais »

d) Candomblés e demais cultos não católicos de fundo africano

Matéria publicada em 2003 e revisada em 24.01.2019. O candomblé NÃO existiu originariamente nas Minas Gerais, onde teria aparecido somente ao início do Século XX. As notícias de todos os terreiros atuais que pude achar na Internet (ano de 2003), são indicativas de suas influências diretas ou indiretas de Salvador-BA. Os centros de umbanda, quimbanda e macumba parecem ser filiados ...

Leia Mais »