Home » Notícias Quilombolas » Movimento Negro » Juventude negra no senado

Juventude negra no senado

Juventude negra debateu na última terça-feira a redução da maioridade penal no Senado Federal. Leia a notícia e depois o artigo que opõe o tema à criminalização da grilagem de terras. O que será que mais agrada às elites?


__________________________

O Dia Nacional de Mobilização contra a Redução da Maioridade Penal reúne nesta terça-feira (10), às 14h, especialistas sobre o tema violência e juventude e representantes do movimento social em audiência pública no Senado federal, em Brasília.

Participam do evento, como expositores, Karyna Sposato, diretora-executiva do Instituto Latino-Americano das Nações Unidas para a Prevenção do Delito e Tratamento do Delinqüente (Ilanud); Mário Volpi, oficial de projetos do Unicef; Carmem Oliveira, secretária da Criança e do Adolescente do governo federal; Tiana Santo-Sé, secretária nacional do Fórum DCA e Fernando Silva, também do Fórum DCA. A convite da Seppir (Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), está garantida a representação da juventude negra por Fernanda Matheus, da Soweto Organização Negra, e Paulo Petri, da Cufa (Central Única das Favelas)/RS.

A audiência pública no Senado Federal é uma iniciativa da Frente Parlamentar, em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente em parceria com o Fórum Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fórum DCA) e Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), que pretende aprofundar as discussões e reflexões sobre a violência no Brasil, a situação dos adolescentes em conflito com a lei e a necessidade urgente da aplicação dos preceitos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) na busca pela garantia de melhores condições de vida para a população infanto-juvenil.

O dia 10 de abril foi escolhido para ser o Dia Nacional de Mobilização Contra a Redução da Maioridade Penal, às vésperas da votação dos projetos que tratam do assunto na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal. A data foi definida em articulação envolvendo diversas entidades da sociedade civil, atendendo a convocação feita pelo Fórum Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O objetivo da mobilização é chamar a atenção da sociedade brasileira e da mídia para a necessidade de implementação efetiva do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) – plano que define as novas diretrizes da política nacional de atendimento aos adolescentes em conflito com a lei.

Fonte: Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
http://www.planalto.gov.br/seppir/noticias/2007/415.htm