Home » Resultado da busca por: Reminiscências Quilombolas

Resultado da busca por: Reminiscências Quilombolas

Parceiros e Cidades Quilombolas

Parceiros Quilombolas Sites Oficiais das Prefeituras 6º Câm Cord e Rev – MP Federal CEDEFES Empório da História Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais – IHGMG Moema – História Moema-Wikipédia Mulheres Negras Portal Capoeira TJMAR – Tarcísio José Martins Bom Despacho – Senhora do Sol Carmo da Cachoeira-Projeto Partilha História da Cidade de Três Pontas Museu do Escravo – ...

Leia Mais »

REMINISCÊNCIAS DE QUILOMBOS. Conceito Jurídico

Matéria publicada no ano de 2003, atualizada em 23.01.2019. O § 5º do artigo 216 da Constituição Federal estabeleceu que “Ficam tombados todos os documentos e os sítios detentores de reminiscências históricas dos antigos quilombos”. Reminiscência é memória; no caso, mais que memória oral, é também memória física (documental e/ou arqueológica). REMINISCÊNCIAS não podem ser confundidas com REMANESCENTES DE QUILOMBOS, ...

Leia Mais »

O Segredo do Rei Ambrósio – Cartilha escolar

A cartilha “O Segredo do Rei Ambrósio”, de autoria da profª. Maria solomé Reis Alves de Lima, com prefácio de Jorge Lasmar e Ceso Falabella, eméritos historiadores do IHGMG, é uma maravilhosa solução apoiada pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e pela  Diretoria Municipal de Edução e Cultura de Cristais-MG para, com a ajuda da ficção, levar às suas crianças uma atualização sobre nossas reminiscências quilombolas, ...

Leia Mais »

Cartilha “O Segredo do Rei Ambrósio”

Cristais-MG revela “O Segredo do Rei Ambrósio” Dar sentido ao patrimônio cultural é uma das formas de preservar e manter viva sua memória. Enxergar o patrimônio pelo olhar da cidade, especialmente das crianças e jovens. Ver o presente e vislumbrar o futuro pelos olhos do passado. Esses são alguns dos parâmetros que nortearam o trabalho de pesquisa que resultou na ...

Leia Mais »

O Segredo do Rei Ambrósio – Cartilha escolar

A cartilha “O Segredo do Rei Ambrósio”, de autoria da profª. Maria solomé Reis Alves de Lima, com prefácio de Jorge Lasmar e Ceso Falabella, eméritos historiadores do IHGMG, é uma maravilhosa solução apoiada pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e pela  Diretoria Municipal de Edução e Cultura de Cristais-MG para, com a ajuda da ficção, levar às suas crianças uma atualização sobre nossas reminiscências quilombolas, ...

Leia Mais »

Tambores do Quilombo Minas Gerais

Saiba o que é o MG QUILOMBO. Pesquisas Escolares Reminiscências Quilombolas Comunidades Quilombolas Bens Quilombolas Materiais e Imateriais Notícias Quilombolas Imagens Quilombolas para trabalhos escolares Protetores do Quilombo MG QUILOMBO Editora Ltda. Esse artigo-capa foi publicado no ano de 2003, atualizado em 2011 e, agora, no ano de 2019. Em Minas Gerais há negros e descendentes de negros que sabem ...

Leia Mais »

O IHGMG e o MGQUILOMBO

A Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais – IHGMG de maio de 2009, volume XXXII, sob o título O QUILOMBO MINAS GERAIS, publicou a matéria que a seguir reproduzimos, contando um pouco da História do site MGQUILOMBO, suas lutas, objetivos e razão de ser. Confira, agora, toda a matéria com a vantagem de, aqui, poder clicar e acessar todas ...

Leia Mais »

O Croqui do Ambrósio de Pamplona pode NÃO ser maior que a sua Ferradura

O pesquisador Tarcísio José Martins, considerando as medidas documentadas do petipé do croqui do Ambrósio de Pamplona, utilizando-se das dimensões do passo comum, chamado passo geométrico, acreditou ter conseguido desvendar mais uma fraude do rosário de falcatruas praticadas pelo Pamplona para confundir, tumultuar e roubar a História da gloriosa Confederação Quilombola do Campo Grande. Porém, considerada a dimensão do chamado ...

Leia Mais »

Os Sertões de Jacuí

A região quilombola escondida pela expressão “Sapucaí” na verdade, era conhecida como Sertões do Jacuhy. Neste álbum estão retratadas imagens dos vestígios de uma fortificação  transformada em Subintendência por Bartolomeu Bueno do Prado em 1759-1760 e ratificada como Intendência pelo governador Luís Diogo Lobo em 1764, fatos comprovados pelas seguintes fontes primárias: Verbete n. 6714 do IMAR-MG, Cx. 84, Doc. 47 – 26.11.1764 ...

Leia Mais »